Estátua de Messi é vandalizada em Buenos Aires

Um dia para esquecer: essa segunda-feira não deve sair tão cedo da cabeça de Lionel Messi, que viu algo ainda pior que a vitória de Cristiano Ronaldo no prêmio ‘The Best’ promovido pela FIFA nessa segunda-feira: inaugurada em junho do último ano, a estátua de ‘La Pulga’ em Buenos Aires foi cortada, conforme informou a Secretaria de Cultura Cidadã e Função Pública da capital argentina.

A obra faz parte do Paseo de la Gloria em Costanera Sur, região litorânea da capital, um tributo a grandes esportistas argentinos do passado e do presente – além de Messi, estão expostas no local estátuas da tenista Gabriela Sabatini, o ex-tenista Guillermo Vilas, o jogador de basquete Manu Ginobili, o ex-campeão mundial de automobilismo Juan Manuel Fangio e a jogadora de hóquei Luciana Aymar.

“A estátua de Lionel Messi, localizada no endereço Tristán Achával, número 1100, quase esquina de Azucena Villaflor, em Costanera Sur, foi vítima de um ato de vandalismo que deixou a escultura do futebolista sem a parte superior”, disse o comunicado do órgão. “O Governo da Cidade está trabalhando em sua reparação.”

Na internet, alguns torcedores já falam que o ato seria uma ‘resposta’ ao que ocorreu com a estátua de Cristiano Ronaldo na Madeira, terra natal do português do Real Madrid, que também foi vandalizada há cerca de um ano.

 

Yahoo

10/01/2016