Romário, Ronaldinho e Rivaldo levam ‘furo’ e ficam sem receber após jogarem amistoso

Romário, Ronaldinho, Juan Sebastián Verón, Rivaldo, Cafú, Yaya Touré, Eric Abidal e Míchel Salgado continuam sem receber, seis meses depois após terem participado de um torneio amistoso, realizado no Kuwait. A matéria é do jornal espanhol Marca.

De acordo com a publicação, a agência britânica DreamPro seria a pivô de toda polêmica. Os organizadores do torneio dizem que pagaram 1,6 milhão de dólares para os atletas, mas o dinheiro não chegou até eles.

Sempre segundo o veículo, as investigações apontam que Ghazi Abdullah, kuwaitiano com nacionalidade briânica, como um dos cabeças na trama. Ele já foi envolvido em escândalo parecido na Nigéria, revela o MSN.

Ele, que teria diferentes identidades (a mais comum a de (Abdullah Abdullah), teria sido apresentado como um membro da família real do Kuwait. Abdullah assinava nos acordos da Dream Pro, mas consta no organograma ou na documentação da empresa. Papéis, como a ata da criação da impresa, estariam falsificados.

O Marca ainda aponta que as fontes da investigação creem que seja pouco provável que Ghazi e os demais integrantes da Dream Pro agiram sozinhos.

15/12/2018

(Visited 2 times, 1 visits today)